Skip to main content

Jornal Jurid. Em razão de gravidez, professora temporária da rede pública não pode ter contrato suspenso por decreto municipal.

Menção sobre atuação do Advogado Rafael Arruda publicada pelo Jornal Jurid em caso de impossibilidade de suspensão de contrato temporário, por decreto municipal, de professora da rede pública de Goiânia.

Clique aqui e leia a matéria na íntegra pelo site do Jornal.